Lula - O Filho do Brasil

 

(Idem, 2009. Direção: Fábio Barreto. Com Glória Pires, Rui Ricardo Dias, Milhem Cortaz, Juliana Baroni e Cléo Pires. Drama)


A trajetória de Luís Inácio Lula da Silva, desde seu nascimento, depois como retirante no nordeste, até chegar a líder sindical e posteriormente a presidente da República.


O diretor Fábio Barreto (O Quatrilho) não foi feliz  com filme que não consegue fugir do mero planfetarismo. Acusado por muitos de ser uma propaganda política disfarçada, é um filme fraco, sem substância, apoiado apenas nas ótimas interpretações de Rui Ricardo Dias e Glória Pires (nos papéis de Lula e sua mãe, respectivamente). Entre ver e não ver não irá fazer muita diferença.

 

Nota: 2 de 5

Homem de Ferro 2

 

(Iron man 2. Direção: Jon Favreau. Com Robert Downey Jr., Gwyneth Paltrow, Don Cheadle, Scarletr Johansson, Mickey Rourke e Sam Rockwell. Aventura.)


Nesse segundo filme, Tony Stark assume de vez sua nova identidade: o Homem de Ferro. Tendo que combater um terrível inimigo, rival de sua família, ao mesmo tempo tem que lidar contra as ameaças das forças armadas para ceder sua armadura. Entra em cena uma espiã chamada Viúva Negra.


Continuação do sucesso de 2008, Homem de Ferro 2 é inferior no quesito roteiro em relação ao original, mas em compensação ganha bastante em ação, com efeitos especiais ainda melhores que o primeiro. Robert Downey Jr. mais uma vez está ótimo como Stark. A viúva Negra é feita pela bela Scarlett Johansson. Alguns podem reclamar de seu final, parecendo um pouco vídeo game, mas não deixa de ser uma boa diversão.

 

Nota: 3 de 5

Ilha do Medo

 

(Shutter Island, 2010. Direção: Martin Scorsese. Com Leonardo DiCaprio, Mark Ruffalo, Ben Kingsley e Max von Sydow. Suspense)


Sinopse: Um agente federal juntamente com seu parceiro vão à uma ilha investigar o desaparecimento de uma paciente muito perigosa. Porém, ele começa a ter delírios e a situação vai tomando outros rumos.


Comentário: DiCaprio lidera um elenco fantástico em um filme tenso, onde cada detalhe serve para armar o quebra-cabeça do  final inesperado. Mais um grande trabalho do diretor Scorsese.


Nota: 4 de 5

Bastardos Inglórios

(Inglourious Basterds, 2009. Direção: Quentin Tarantino. Com Brad Pitt, Christoph Waltz, Mélanie Laurent e Diane Kruger. Guerra)


Sinopse: Grupo de soldados judeus têm a missão de capturar soldados nazistas e eliminá-los. Mas os alvos centrais são os chefes alemães e principalmente Adolf Hitler. Só que esse plano envolve outras pessoas.


Comentário: Provavelmente o melhor filme de 2009, indicado a 8 Oscars, ficando apenas com o de ator coadjuvante pra Waltz que faz o caçador nazista. Um filme com a marca registrada de Tarantino: muito cinismo, ótimos dialogos, personagens marcantes e um roteiro genial. Excelente elenco.


Nota: 5 de 5

O Circo

(The Circus, 1928. Direção: Charles Chaplin. Com Charles Chaplin, Merna Kennedy, Al Ernest Garcia e Henry Bergman. Comédia)


Sinopse: O vagabundo Carlitos é confundido com um ladrão de carteiras e acaba indo parar em um circo, onde é explorado pelo dono. Ele se apaixona pela equilibrista ao mesmo tempo em que consegue ser a atração principal do show.


Comentário: Não é o melhor filme de Chaplin, mas é o que ele tem mais chance de mostrar toda a sua habilidade com malabarismos, fugas e alguns truques bastante perigosos, como a cena em que ele é trancado acidentalmente em uma jaula com um leão. Chaplin ganhou um Oscar especial pela realização desse filme.

 

Nota: 5 de 5

Cloverfield - Monstro

(Cloverfield, 2008. Direção: Matt Reeves. Com Michael Stahl-David, Mike Vogel, Lizzy Caplan e Jessica Lucas. Suspense).


Sinopse: Em Nova iorque alguns amigos preparam uma festa pra um deles que vai morar no japão, mas um barulho os fazem sairem dali, e percebem que a cidade está sendo atacada por um gigantesco monstro.


Comentário: Produzido por J. J. Abrahams (o criador da série Lost e do sucesso Star Trek), esse filme é uma boa surpresa para quem procura por uma diversão acelerada e cheia de sustos. Tudo é visto pela câmera de um dos personagens.

 

Nota: 3 de 5

A Morte Pede Carona

(The Hitcher, 1986. Direção: Robert Harmon. Com Rutger Hauer, C. Thomas Howell, Jennifer Jason Leigh e Jeffrey DeMunn. Suspense)

Sinopse: Jovem de passagem por uma cidade, vê um homem em uma estrada e lhe dá carona. Porém, mal sabia ele que aquele sujeito é um assassino que mata motoristas por onde ele passa.

Comentário: O melhor momento de Rutger Hauer, em um filme tenso no qual mesmo sendo um vilão frio e cínico, consegue ser infinitamente melhor do que o herói feito pelo fraco Howell. Há referências mitológicas como na cena das moedas. Um filme que se destaca por ser realmente amedrontador.

Nota: 4 de 5

 

Minority Report - A Nova Lei

(Minority Report, 2002. Direção: Steven Spielberg. Com Tom Cruise, Colin Farrell, Samantha Morton e Max Von Sydow. Ficção)

Sinopse: No futuro, os crimes podem ser previstos e assim, consequentemente evitados. Mas o líder dessa equipe descobre que ele mesmo vai cometer um crime. Então ele começa a ser perseguido e só lhe resta fugir e ir atrás de respostas pra o que de fato está acontecendo.

Comentário: Baseado em livro do conceituado escritor Philip K. Dick (o mesmo de Blade Runner e O Vingador do Futuro), esse é um dos melhores filmes de ficção científica do século passado. Movimentado, inteligente e intrigante, traz Tom Cruise como o líder foragido, em sua primeira parceria com Spielberg. Imperdível.

Nota: 5 de 5

 

Rede de Intrigas

(Network, 1976. Direção: Sidney Lumet. Com: Faye Dunaway, William Holden, Peter Finch e Robert Duvall. Drama)

Sinopse: Apresentador de telejornal surta ao vivo durante exibição de seu programa, ameaçando se matar. Uma editora resolve usá-lo pra aumentar a audiência. Mas um experiente colega não apoia essa idéia e ameaça largar tudo.

Comentário: Uma crítica feroz ao sensacionalismo da TV, com todas suas manipulações e esquematismos. Um dos melhores filmes do veterano Lumet, vencedor dos Oscars de roteiro original, ator (Finch, Falecido após as filmagens), atriz (faye) e atriz coadjuvante (Beatrice Straight). Pra ver e rever.

Nota: 5 de 5

 

Up - Altas Aventuras

(Up, 2009. Direção: Pete Docter, Bob Peterson. Vozes de Edward Asner, Christopher Plummer e Jordan Nagai. E na versão brasileira: Chico Anísio. Animação).


Sinopse:
Um homem de 78 anos de idade tenta se livrar de perder sua casa e a amarra em balões. Quando está voando, descobre que um garoto inquieto de 8 anos está ali também. Eles vão pra América do Sul onde irão viver perigosas aventuras.

Comentário:
Animação da Pixar que ficou entre os dez finalistas ao Oscar de melhor filme, levando os prêmios de animação e trilha sonora. É um belo trabalho de produção, com uma história envolvente e emocionante. Não está no mesmo nível do ótimo Wall-E, mas diverte bastante.


Nota: 4 de 5

Um Olhar do Paraíso

(The Lovely Bones, 2009. Direção: Peter Jackson. Com Mark Wahlberg, Saoirse Ronan, Stalley Tucci, Rachel Weisz. Drama).


Sinopse: Adolescente de 14 anos é assassinada. Do céu ela observa as reações de sua família, amigos e do próprio assassino. Aos poucos as pessoas que a amavam vão tentando se readaptar a essa nova realidade, enquanto ela vai tentando se conformar com a nova vida.


Comentário: Filme do diretor de Almas Gêmeas e da trilogia O Senhor dos Anéis que foi mal recebido pela crítica e público. Exagero à parte, não é esse desastre todo que falam por aí. Tem um clima de solidão e perda, e o talento da menina Saoirse. Faltou mais emoção e objetividade. Ficando tudo num meio termo.


Nota: 3 de 5

O Matador

(The Gunfighter, 1950. Direção: Henry King. Com Gregory Peck, Millard Mitchell e Karl Malden. Western).


Sinopse: O pistoleiro mais rápido do mundo chega a uma pequena cidade em busca da mulher e filho, tentando levar uma nova vida de paz e sossego. Mas alguns homens pra se tornarem famosos o desafia a duelos, fazendo de sua vida um verdadeiro tormento.


Comentário: Obra-prima do gênero faroeste, no momento em que nascia o western psicológico, com temas que mostravam que não era preciso apenas ser rápido no gatilho, mas também encarar uma sociedade cheia de segredos e complexidades. Peck está ótimo como o pistoleiro que tenta mudar de vida mas se vê sempre à somba de seu passado cruel.


Nota: 5 de 5

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil
BRASIL, Nordeste, VITORIA DA CONQUISTA, Homem, de 36 a 45 anos, Portuguese, Cinema e vídeo, Livros, Informática